Olá-Afonso
Já passou mais de um mês desde o meu último post mas, esta
ausência tem sido por uma boa causa… o nascimento do Afonso!
Foi no dia 31 de Janeiro que começaram as contrações, fui
sentindo ao longo do dia e mais intensas do que o normal mas à noite
tornaram-se regulares e com intervalos curtos entre elas, o que fez com que a
minha médica sugerisse ir andando para o hospital.
Já passava da meia noite quando entrámos no Hospital da Luz
e tive a confirmação que já estava em trabalho de parto. Fui encaminhada para a Sala
de Dilatação, passei a noite sem dormir, sempre a sentir as contrações
(perfeitamente suportáveis), até que pelas 7h da manhã já não me apeteceu mais
sentir o desconforto das contrações e pedi a epidural (confesso que me custou um
pouco), o efeito é de facto maravilhoso, não se sente contrações nem
desconforto algum. A ideia seria sempre de um parto normal, por isso fomos deixando as
horas passar e ainda levei uns 3 reforços de epidural… as águas lá rebentaram num dos “toques”, o Afonso foi descendo
para nascer mas, cheguei apenas aos 3 dedos de dilatação, o que é muito pouco.
Já passava das 17h do dia 1 de Fevereiro quando foi tomada a
decisão de avançar para cesariana. 
Fui levada para o Bloco Operatório e o
Afonso nasceu finalmente pelas 18h02, com 3,720kg e 49cm, um rapagão lindo!
Os dias seguintes foram difíceis, apesar do hospital ter
umas instalações excelentes e profissionais espetaculares que nos dão toda a atenção e cuidados necessários, a realidade é que
recuperar de uma cesariana não é fácil, muito menos quando temos um bebé para
cuidar. O apoio do meu marido foi fundamental.
Em casa o processo de adaptação também tem sido lento (daí
as coisas estarem meio paradas pelo blog), não acredito que haja alguém que
diga que é fácil, principalmente o 1º mês. Muita fralda para mudar, muito
biberon para esterilizar, dar de comer de 2 em 2 ou de 3 em 3 horas (mesmo
durante a noite) e muito sono e cansaço acumulado. Mesmo que digam para dormir
durante o dia é difícil, há sempre coisas para fazer quando finalmente o
consigo pôr a dormir (e isso pode demorar séééécuuuuloooos). A nossa vida muda
radicalmente porque passamos a ter um Ser que depende de nós a 100% e ele é de
facto a prioridade, não sobra tempo para muito mais!
Mas estou aos poucos a adaptar-me e a tentar voltar à
normalidade, espero agora conseguir aproveitar uns bocadinhos para ir passando
por aqui. Peço desculpa a todos os que participaram nos passatempos, prometo
que muito em breve revelo os vencedores (até porque tenho outros passatempo
para começar) e espero que não tenham desistido de dar um olhinho diário aqui
pelo blog!
No geral posso dizer que esta experiência é mesmo a
melhor da nossa vida. Compreendo perfeitamente as mulheres que não querem nem
se sentem preparadas para ser mãe, é uma opção de cada uma e a sociedade não devia
pressionar, como muitas vezes acontece. Eu própria senti o apelo da maternidade
já bem tarde e tenho noção que se pudesse ainda teria adiado por mais tempo, de
tanta coisa que ainda queria fazer antes de ser mãe mas, acabou por ser na
altura certa e neste momento posso mesmo dizer que é a melhor coisa do mundo.
Todo o cansaço e tudo o que abdicamos acaba por valer a pena quando olhamos para este Ser
pequenino mas que já nos enche o coração de tanto amor!
Obrigada Afonso por me tornares uma mulher mais feliz 🙂

    12 comentários

  1. Mónica Sintra Março 7, 2014 at 18:37 Responder

    E é o melhor dos motivos para a ausência)))

  2. Margarida S. Março 7, 2014 at 18:59 Responder

    Muitos parabéns! :))

  3. Pipa T Março 7, 2014 at 19:06 Responder

    É muitíssimo duro mesmo, principalmente o começo e com o primeiro filho porque é tudo novidade. Mas olhar para eles recompensa 🙂

  4. Anabela Ramos Março 7, 2014 at 22:22 Responder

    Bem vindo ao mundo Afonso, eu também cheguei cá num dia 1 de Fevereiro de há 40 anos atrás…Somos cada vez mais (muitos e bons), os que fazem anos neste nosso dia especial…Parabéns

  5. Diana Março 7, 2014 at 23:07 Responder

    Parabéns!! 🙂
    Tens um bebé lindo!

    Aproveita bem estes momentos agora com ele!

    Beijinho*

  6. Inês Tavares Março 7, 2014 at 23:24 Responder

    Parabéns Magda! Obrigada pela tua partilha e sinceridade! Eu estou de 21 semanas neste momento e também me estou a preparar mentalmente porque sei que não vai ser fácil, mas a recompensa é enorme <3 um beijinho grande e mima muito esse príncipe que é um amor

  7. Tia Ticha Março 7, 2014 at 23:51 Responder

    É mesmo assim. Com o nascimento da teresinha foi exatamente a mesma coisa, mas são a melhor coisa que esta vida nos dá
    …pelo menos o amor mais eterno

  8. Tia Ticha Março 7, 2014 at 23:52 Responder

    É mesmo assim. Com o nascimento da teresinha foi exatamente a mesma coisa, mas são a melhor coisa que esta vida nos dá
    …pelo menos o amor mais eterno

  9. Márcia Março 8, 2014 at 1:16 Responder

    Parabénssss! É lindo 😀

  10. Br8kgirl Março 8, 2014 at 18:37 Responder

    muitos parabéns e muitas felicidades nesta nova fase, que para ma mãe é sempre um momento tão mágico e especial! o Afonso é um bebé lindo 🙂 parabéns aos papás!

  11. Bunyssa* Março 9, 2014 at 14:43 Responder

    Parabéns! 🙂 E muiiiitas felicidades! 🙂

  12. Andreia Gomes Março 10, 2014 at 14:59 Responder

    Parabéns!!! o meu Afonso fez 5 meses este sábado 😀 Beijinhos

Deixar comentário




quatro + sete =